Todos temos um lugar, uma personalidade e um viver no caminho para a morte.
Segunda-feira, 01 de Junho de 2009

 

 

    

 

 Está Vindo!Criança de Capena, Itália, fuma durante a festa de Santo Antônio

 

 

 

     As crianças são os adultos de amanhã, mas, se lhes não dermos, além de formação escolar e cultural, boa formação moral, elas terão um mundo tão mau ou pior do que este que hoje nós adultos temos, assim como tantas, tantas, delas o têm também.

     Transcrevo, a propósito de crianças, um excerto de um poema meu, feito há muitos anos mas que ainda se apresenta muito actualizado.

 

 

 

 

                                        ...   ...   ...   ...   ...   ...   ...   ...   ...   ...

Até as crianças, inocentes crianças,

que riam sãs pelos pátios das escolas,

pelos verdes jardins da cidade,

ou pelos terreiros e campos da aldeia,

e eram como um livro pequenino

onde os bons pais inscreviam seus sangues,

até elas, pobres crianças,

as transformaram:

já não riem nem brincam despreocupadas,

já não descobrem por necessidade ou curiosidade

segredos e belezas da Natureza,

são crianças que as mães não aleitam

e os pais não ensinam,

são estudantes forçados ou condescendentes

que os pais teimam em oferecer

aos tentáculos do progresso urbano

em troca de um fofo e dourado futuro

para os filhos da sua ambição,

são crianças e crianças revoltadas

com armas de vício e autoridade prematura ...  

 

 

 

 

(Poema meu.)

 

 

 

 

                                                                                                      Mírtilo

                                                                            

  

 

 

 

 

 

 

                     

   

 

 

 

 

                                                        

 

publicado por Mírtilo MR às 16:04

Meu amigo, nada melhor do que um prémio para "bloggers estreantes e imberbes". Queira ter a bondade de o ir buscar - se assim o entender - ao http://premiosemedalhas.blogs.sapo.pt/
Abraço grande!
poetaporkedeusker a 4 de Junho de 2009 às 16:01

Poetaporkedeusker (Maria João):
Muito agradecido pelo prémio, embora eu não seja muito atraído por tais ou equiparáveis coisas, porque por vezes, como é sobejamente visto e sabido, com certas pessoas ou em certos acontecimentos, parece que só se faz algo por essas premiações ou agraciações. Mas, enfim, isto é mais ou quase mais uma brincadeira ... Portanto fui buscar o prémio, como me aconselhou.
Um abraço.
Mírtilo

Fez muito bem, amigo. Eu, no início, não achava gracinha nenhuma aos prémios, para ser muito sincera... mas, aos poucos, fui-me habituando e criei um blog para os prémios. Estou atrasadíssima, mas acredito que os meus amigos vão entender porquê.
Um abraço.

Mírtilo ! Que poema e palavras tão actuais nos dias de hoje, muito se faz e pouco de valido tem, hoje as crianças muito tem, roupas de marca, telemóveis da última geração! mas falta o mais importante, amor em todos os sentidos, responsabilidade de alguns pais, os deixar a sua sorte diariamente Sei que os mesmos tem de trabalhar, puxa mas são as nossas crianças as vítimas de uma sociedade, viciante com muita maldade à mistura, adorei o texto, a mim me diz muito.
Beijinho Lisa
maripossa a 4 de Junho de 2009 às 17:05

Maripossa (Lisa):
Muito agradecido pela sua visita ao meu artigo (post) sobre o Dia Mundial da Criança e também muito agradecido pelas elogiosas palavras que me teceu, tendo eu também sentido no seu comentário as suas verdadeiras e profundas preocupações acerca dos actuais ou futuros problemas que podem afectar as crianças, motivo por que lhe dou também a minha admiração.
Um beijinho.
Mírtilo
Mírtilo MR a 4 de Junho de 2009 às 19:55

Olá Mírtilo!

Gostei muito deste poema e levei-o até à minha natureza. Talvez que pondo 'as crianças' em contacto com o 'verde', elas fiquem mais apaziguadas com o seu coração.

Um beijinho,
Lucy
Lucy a 9 de Junho de 2009 às 14:49

Olá, Lucy:

Muito agradecido pela visita a este artigo (post) dedicado às crianças e também por ter gostado do poema. E «as crianças», isto é, o poema, por si levadas para o verde o seu blogue ficaram uma maravilha, onde já não correm tanto perigo e onde podem brincar à vontade. E o cabeçalho que a Lucy, no seu blogue, por cima do poema das crianças pôs, «As Crianças são as Flores da nossa luta», com uma linha por baixo que completa a chamada de atenção para as crianças, tudo isso ficou, além de lindo, como um bom esclarecimento que complementa, e bem, a expressão do poema.
De novo o meu agradecimento e também ... o das crianças.

Um beijinho.
Mírtilo
Mírtilo MR a 9 de Junho de 2009 às 23:02



mais sobre mim
pesquisar
 
Junho 2009
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5
6

7
8
9
11
12
13

14
15
17
18
19
20

22
23
25
26
27

28
29
30


Últ. comentários
Caro Amigo:É já tarde que venho responder ao seu c...
Caro amigo, embora tardiamente, quase tudo se sabe...
Poetaporkedeusker:Grato pela visita a esta «sepulc...
MírtiloE se eu te disser que também tenho medo des...
Esqueci-me de dizer duas coisas... ainda estou "a ...
:) entendo, Poeta. Mas eu penso que quero e posso ...
Poeta, é bem verdade! Todos nós vamos cavando as n...
Maria Luísa:Os meus agradecimentos pelas tuas vári...
Poetaporkedeusker:O meu agradecimento, muito atras...
MírtiloTe continuo esperandoE vou sempre esperar!B...
favoritos

PEDAGOGIA DO AFETO

links